ARGUMENTO  
Informativo Argumento | Veja em seu navegador!
 
   

   Edição 102 - Abril/Maio - 2018

 
 
 

INOVAÇÃO

Panorama Legal das Startups está em sua fase final


A pesquisa Panorama Legal das Startups, desenvolvida pelo NELM Advogados, tem como principal objetivo apresentar os pontos mais críticos a serem considerados por empreendedores e investidores sob o ponto de vista jurídico. Os primeiros 100 que responderem terão inscrição garantida no evento que divulgará os resultados da pesquisa!

A iniciativa recebe o apoio de importantes players do ecossistema das startups, a ABES – Associação Brasileira de Empresas de Software, Artemisia, Aspen Network of Development of Entrepeneurs – ANDE, CO.W. Coworking Space, Dín4mo, FINEP –Empresa Brasileira de Inovação e Pesquisa, Plano Beta e Quintessa.

Participe acessando a seção “Pesquisa PLS” neste www.startups.nelmadvogados.com.

 

Pesquisas em inovação terão linhas de créditos especiais

Para incentivar a inovação no território brasileiro por meio das empresas nacionais, a FINEP, empresa brasileira de inovação e pesquisa, anunciou a diminuição da taxa de juros para linhas de crédito, além de condições mais favoráveis de carência, prazo total e participação.

A taxa da linha Inovação Pioneira, a mais demandada pelos empresários, por exemplo, foi reduzida de TJLP+1,5% para TJLP+0,5% e a linha voltada para inovações estratégicas que que ainda não estejam disponíveis no mercado nacional, teve sua taxa diminuída para TJLP-0,5% a.a., podendo acumular ainda outras reduções. “A decisão da Finep incentiva a pesquisa e o desenvolvimento de novos produtos e serviços para o País, e gera a expectativa de um crescimento tecnológico”, afirma o advogado da área empresarial do NELM, Bruno Ottoni.

A Finep também vai conceder bônus adicional para empresas que desenvolverem seu projeto em parceria com universidades ou institutos de pesquisa - redução de 1% na taxa do financiamento – e ainda, para empresas que apresentarem garantias financeiras, como fiança bancária, seguro garantia ou penhor de aplicações financeiras, o desconto na taxa varia de 0,5% a 2%, de acordo com cada linha.

Para o especialista, a medida pode ainda impulsionar o movimento da economia no Brasil: “Trata-se de um ciclo virtuoso, com mais parcerias de pesquisa junto à iniciativa privada, e por consequência, são gerados empregos, novas tecnologia e mais consumo”, finaliza.

 

« Voltar